O segredo do WMS para o controle do estoque: ferramentas essenciais - Delage

O segredo do WMS para o controle do estoque: ferramentas essenciais

Descubra como o sistema WMS pode transformar o controle de estoque da sua empresa, impulsionando a eficiência e a lucratividade.

 

wms-estoqueNo dinâmico mercado, a busca por estratégias logísticas e melhorias operacionais estão em constante evolução. Com datas importantes, como a Black Friday e o Natal, se aproximando, surge a pergunta: como sua empresa está se preparando para atender à demanda excepcional desses períodos de picos de venda?

 

Embora alguns possam afirmar que é fácil enfrentar esse desafio, a realidade se mostra diferente para as empresas que gerenciam seus estoques de forma manual. Em períodos do ano cuja demanda aumenta, o caos se instaura à medida que os pedidos crescem exponencialmente.

 

O cenário não poderia ser pior: uma equipe que luta para localizar produtos, a precisão das informações é questionável, os prazos de entrega estão sob ameaça constante e, lamentavelmente, a insatisfação dos clientes cresce. É uma corrida contra o tempo que parece quase impossível de vencer.

 

Agora, imagine a situação onde você pode contar com um sistema WMS sólido integrado à sua operação. Com o software, você ganha controle total sobre seu estoque, desde o recebimento até o envio, assegurando que cada item esteja no lugar certo, no momento certo e na hora certa. Pedidos são processados com eficiência, erros são minimizados e a satisfação do cliente é mantida em patamares elevados.

 

Com o objetivo de auxiliar sua empresa na preparação para períodos de alta demanda, este artigo mostra como a integração de um sistema WMS em sua operação pode solucionar os desafios do controle de estoque, convertendo o caos em eficiência e contribuindo para o êxito em todas as situações. Confira a seguir.

 

 

Vantagens do WMS para o controle de estoque

 

Nos tópicos a seguir, apresentamos funcionalidades-chave do sistema WMS que permitem um controle de estoque completo e preciso. Você descobrirá que o software é muito mais do que uma plataforma de registro de dados. O WMS atua como um verdadeiro aliado da organização, controle e eficiência na execução de tarefas. Confira:

 

1- Rastreabilidade em tempo real

 

Primeiramente, você, gestor, seria capaz de responder à seguinte questão: onde estão armazenados os produtos e qual é a forma de organização do estoque em sua empresa?

 

Em diversos casos, essa pergunta representa um desafio quase insuperável, muitas vezes resultando em uma busca que pode se prolongar por vários dias.

 

No entanto, quando se trata do sistema WMS, esse problema do controle de estoque se torna coisa do passado. Graças à sua capacidade de rastreamento em tempo real, o sistema WMS permite um controle de estoque impecável, permitindo respostas imediatas a perguntas como: Onde está cada item localizado? Qual é a quantidade disponível em estoque? Quais produtos estão próximos da data de validade?

 

Isso ocorre porque, no momento em que um caminhão descarrega uma entrega na doca, o sistema WMS permite uma reconciliação instantânea entre o que foi registrado no sistema e o que foi efetivamente recebido, minimizando erros de conferência e atualizando o estoque já na fase de entrada de dados e prevenindo problemas futuros.

 

Além disso, no momento do recebimento, o sistema atribui automaticamente um local específico no armazém para cada produto, levando em consideração suas características individuais, como tamanho, volume de demanda e data de validade. Tudo isso possibilita a localização precisa de cada item em tempo real, facilitando a eficácia e manuseio dos produtos.

 

É importante ressaltar que o sistema WMS também registra todas as movimentações de estoque, incluindo entradas, saídas e transferências, criando um histórico completo e auditável. Com o WMS, a rastreabilidade das mercadorias é assegurada, permitindo um controle total do estoque.

 

 

2- Otimização do espaço

 

Imagine um operador de empilhadeira em busca de um item específico para atender a um pedido urgente no armazém sem orientação prévia. Esse operador poderia gastar muito tempo na busca do produto e comprometer toda uma cadeia de envio, não é mesmo?

 

Com o sistema WMS, as coisas são diferentes no controle de estoque. O próprio software se encarrega de transmitir as informações aos funcionários, apontando precisamente a localização de cada item no inventário.

 

Como vimos anteriormente, isso acontece porque o software utiliza dados de categorização e informações sobre as dimensões dos produtos para determinar a localização ideal de cada mercadoria logo na chegada de um determinado produto no armazém.

 

Sendo assim, o sistema é capaz de oferecer sugestões sobre como armazenar produtos com base em critérios como demanda, tamanho e outros fatores relevantes.

 

Por exemplo, produtos de alta rotatividade podem ser alocados em áreas de fácil acesso, enquanto itens sazonais podem ser posicionados em locais acessados com menor frequência. Isso resulta em um uso mais inteligente do espaço disponível, otimizando a disposição dos produtos, reduzindo custos e facilitando as operações cotidianas do armazém.

 

 

3- Contagem cíclica

 

Um dos principais desafios no controle de estoque reside frequentemente nas discrepâncias de produtos, as quais podem resultar em perdas financeiras e na insatisfação por parte dos clientes. É nesse contexto que a contagem cíclica surge como um aliado fundamental.

 

Ao invés de realizar uma contagem exaustiva e demorada do estoque em um único evento, o sistema WMS facilita o controle de estoque, uma vez que realiza inventários periódicos, em intervalos regulares.

 

O sistema WMS consegue, por exemplo, gerar listas de verificação automaticamente para essas contagens, utilizando algoritmos que identificam quais itens necessitam de verificações mais frequentes.

 

A adoção desse método de contagem cíclica oferece uma série de benefícios, como a melhoria da precisão do inventário, a detecção rápida de eventuais problemas, a minimização de interrupções nas operações, a economia de tempo e recursos, o fortalecimento do processo de tomada de decisões e o aumento do nível de satisfação dos clientes.

 

O resultado final é a obtenção de estoques mais confiáveis, a redução de erros e o aumento da eficiência operacional.

 

 

4- Controle de qualidade

 

Que o sistema WMS oferece rastreamento em tempo real nós já falamos, mas você sabia que isso também auxilia no controle de qualidade?

 

De fato, graças ao sistema WMS, é possível implementar procedimentos de verificação apurados, registrando informações sobre lotes, datas de validade e condições de armazenamento. Com isso, a empresa consegue atender às normas dos órgãos reguladores quanto ao controle de qualidade e também evita a distribuição de produtos defeituosos ou vencidos, bem como a ocorrência de perdas e avarias.

 

A utilização de códigos de barras e tecnologia RFID integrados ao sistema WMS aumenta a precisão na identificação de itens, minimizando erros humanos. É até possível configurar alertas para produtos que necessitam de inspeção regular, assegurando que nenhum item fora das especificações seja enviado.

 

A vantagem competitiva do sistema WMS no controle de qualidade é evidente: estoque mais preciso, itens dentro dos padrões de qualidade, redução de perdas, custos de manutenção reduzidos e maior satisfação do cliente.

 

 

5- Eficiência operacional

 

Contar com o WMS no controle de estoque significa automatizar tarefas repetitivas e que podem oferecer erros ao fluxo de trabalho, como o recebimento, o armazenamento e, principalmente o picking (separação de produtos para envio) e packing.

 

Com base em sua análise de dados e algoritmos inteligentes, o sistema WMS acelera processos e reduz erros humanos, garantindo que os produtos certos sejam movidos para os locais corretos, otimizando o espaço de armazenamento, ajudando a utilizar cada centímetro disponível da forma mais eficiente possível, além de criar rotas de picking mais eficazes, economizando tempo e recursos.

 

A eficiência operacional resultante do uso do WMS acaba implicando positivamente no controle do estoque. Um armazém organizado e com processos executados corretamente permite uma gestão mais apurada das mercadorias estocadas, com dados precisos e alta acurácia.

 

 

6- Recalls eficientes

 

Imagine que um cliente relata ter recebido um medicamento vencido. A partir dessa notificação, surgem questões que demandam respostas imediatas: Qual é a origem desse lote de produtos? Qual é a data de validade? Como verificar se um item específico atende aos rigorosos padrões de qualidade?

 

Graças ao sistema WMS, você pode rastrear com precisão cada produto desde o momento de sua entrada até sua saída, mantendo registros detalhados que incluem informações como procedência, data de fabricação, número de lote e data de validade.

 

Na prática, em situações de recalls ou problemas de qualidade, é possível identificar imediatamente os produtos afetados e implementar medidas ágeis para proteger a integridade de sua cadeia de suprimentos e a segurança dos consumidores. Além disso, a rastreabilidade proporciona uma redução substancial no desperdício de produtos, evitando vencimentos prematuros e, como resultado, preservando valiosos recursos.

 

Com essa abordagem, seu armazém oferece uma maior garantia de qualidade dos produtos, minimiza riscos, aprimora o controle de qualidade, cumpre com regulamentações de forma mais eficaz e eleva a eficiência operacional.

 

 

7- Suporte à tomada de decisão

 

O sistema WMS gera relatórios e análises detalhados sobre o desempenho do estoque, fornecendo informações sobre a rotatividade de produtos, tendências de demanda e níveis de estoque, auxiliando na previsão e no planejamento de estoque  e capacitando os gestores na tomada de decisões embasadas.

 

Logo, o software é capaz de melhorar a precisão das informações, minimizando erros de entrada de dados, o que é fundamental para evitar a falta de produtos ou o excesso de estoque. Essas informações permitem identificar oportunidades de aprimoramento e otimizar a operação do armazém.

 

 


 

 

Por que o WMS é melhor que o ERP no controle do estoque?

 

Ao ler os tópicos anteriores, você deve ter notado que o sistema WMS oferece funcionalidades mais robustas e completas quando o assunto é controle do estoque. Na prática, podemos entender o WMS como uma solução que não apenas registra informações, mas que rastreia dados, realiza conferências, conduz processos e oferece relatórios fundamentais para um controle efetivo das mercadorias armazenadas.

 

Embora o ERP seja importante para integrar processos de negócios, o sistema WMS consegue ir além na gestão do estoque. O software proporciona rastreabilidade aprimorada, otimização de espaço, controle de qualidade, acuracidade de inventário, eficiência operacional e suporte à tomada de decisão.

 

Vale acrescentar que a habilidade do sistema WMS em fornecer informações em tempo real, gerar relatórios, otimizar a armazenagem e aumentar a produtividade dos colaboradores  permite que as empresas atendam às crescentes demandas de maneira eficaz e ágil.

 

Portanto, investir em um WMS não apenas representa uma decisão estratégica, mas também uma vantagem determinante para as empresas que almejam se destacar em momentos de alta demanda e garantir seu sucesso a longo prazo.

 

Se você deseja dar o próximo passo e experimentar os benefícios práticos do sistema WMS no controle de estoque da sua empresa, clique aqui para saber mais.