Dark store: estratégias para uma implantação bem-sucedida - Entrevista com Adilson Soares - Delage

Dark store: estratégias para uma implantação bem-sucedida – Entrevista com Adilson Soares

Adilson fala com a Delage a dark store, suas particularidades, como estrutura-la e quais os investimentos e tecnologias necessárias 

 

Com a pandemia causada pela Covid-19, muitas empresas precisaram se reinventar para garantir seu espaço no mercado. O e-commerce veio com força total, apresentando-se como a melhor alternativa para o varejo que precisou fechar suas lojas físicas temporariamente e se readaptar ao novo comportamento do consumidor. Segundo uma pesquisa feita pelo Webshoppers 43, somente em 2020, o comércio eletrônico conquistou 13 milhões de novos consumidores. A Mastercard apontou que, entre 2020 e 2021, as vendas do e-commerce cresceram 75% no país. Além disso, a pandemia impulsionou um crescimento de 73,88% de novas empresas no e-commerce, segundo dados do Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital. 

 

 

Em meio a tantas ofertas, como o seu negócio se destaca da concorrência? Qual é o grande diferencial da sua empresa? Estamos vivendo uma nova era do consumo. Hoje em dia não basta só ter qualidade e um preço competitivo de mercado. É essencial também oferecer velocidade no atendimento e na entrega. As expectativas elevadas dos consumidores estão pressionando os varejistas a se envolverem com cada cliente em tempo real, em todos os pontos de contato. É nesse ponto que a logística entra como peça fundamental. Um planejamento logístico competente é crucial para que um negócio se destaque da concorrência.  

 

 

Nesse cenário de grandes mudanças e uma pressão enorme por oferecer um serviço diferenciado, um novo formato logístico ganhou força e vem se expandindo por todo o país: a dark store. Como o próprio nome sugere, trata-se de uma “loja escura”, ou seja, uma loja de portas fechadas para o público que, na verdade, funciona como um mini hub de distribuição. Esses estabelecimentos, de área bem menor que um centro de distribuição tradicional, são utilizados para atender pedidos de e-commerce, televendas, dentre outros canais. Sua vantagem reside no fato de estarem localizados em áreas urbanas, ou seja, mais próximos do consumidor final e também por serem configurados exatamente para fazer uma separação de pedidos ágil e precisa. 

 

 

Pensando em ajudar você a compreender como funciona a dark store e como estruturá-la, conversamos com nosso parceiro, Adilson Soares, Head de Logística Rap Log, que tem mais de 20 anos de experiência no mercado, atuando no setor logístico à frente de projetos de implantação de oito centros de distribuição e três fulfillment centers urbanos. 

 

 

Adilson é graduado em Logística Empresarial e com MBA em gestão de negócios pela Mackenzie, com passagem pela multinacional CVS Health, sendo responsável pela estruturação de toda a área de logística. Nosso entrevistado também atuou por 14 anos em operador logístico, assumindo a gestão de operações dos clientes Johnson & Johnson, Abboot, Roche, Siemens, Novartis, Stryker, Danone, Meditronic etc. 

 

 

Confira a seguir as dicas valiosas e estratégias para uma implantação bem-sucedida de uma dark store: 

 

 

Delage: Quem deve implantar uma dark store? Elas são recomendadas para todos os modelos de negócios? 

 

Adilson: Quando um varejista que utiliza a mesma estrutura de loja física para atendimento de pedidos de e-commerce ultrapassar um volume de 50 pedidos/dia, ele deve pensar na implantação de uma dark store para evitar conflito de estoque e também que o atendimento presencial ao cliente seja prejudicado. Além disso, o vendedor que possuir uma loja digital e quer ter um modelo de entrega rápida também precisa pensar em uma dark store para ficar mais próximo ao cliente e conseguir efetuar a entrega ágil com um menor custo.

 

 

D.: Quais são os maiores desafios enfrentados por quem deseja implantar uma dark store?

 

A.: Conseguir localizar um ponto estratégico, definir um sistema adequado para gerenciamento da dark store (WMS) e lidar com as licenças regulatórias.

 

 

D.: Qual infraestrutura necessária para a implantação de uma dark store?

 

A.: Equipamentos de armazenagem (prateleiras ou mini porta paletes), sistemas e mobiliários.

 

 


 

D.: Em média, qual o valor inicial do investimento? 

 

A.: Para montar uma dark store de, aproximadamente, 200m², o custo ficará em média 300k. Se precisar de obra este valor poderá chegar a 400k.

 

 

D.: Quais investimentos em tecnologia precisam ser feitos para o melhor desempenho frente à curva de demanda? 

 

A.: É importante investir em um sistema WMS que, por sua vez, necessitará de equipamentos comocoletores, leitores, impressoras e computadores.

 

 

D.: De que forma a inteligência e o processo compartilhado* garante qualidade da entrega e baixo custo do processo de distribuição? 

 

A.: Para garantir a velocidade e baixo custo na entrega é de extrema importância este processo compartilhado, pois o provedor de transporte possui uma maior volumetria de pedidos para mesma região e consegue roteirizar e direcionar ao courier por cabeça de CEP. Dessa forma, o courier consegue percorrer um menos tempo um percurso e, consequentemente, entregar um grande volume de pedidos. 

 

*O processo compartilhado é baseada na economia colaborativa. Trata-se do uso dividido de recursos por mais de uma empresa.

 

 

D.: Em grandes centros, como Rio de Janeiro e São Paulo, temos uma grande complexidade na operação, envolvendo análise e previsão de demanda. Como e onde investir para suprir essa demanda, considerando pressão de consumidores pela entrega rápida e baixo custo?

 

A.: É importante ter uma torre de controle com uma analista de transporte efetuando a análise de performance e volumetria diariamente para que possa agir de imediato quando houver uma grande oscilação de demanda.  

 

 

 

D.: E para o futuro? Quais serão as maiores tendências para uma dark store?

 

A.: O processo de distribuição geralmente é efetuado por centro de distribuição com uma maior dimensão e, em muitos casos, esses centros ficam em região mais afastada das capitais em virtude do menor custo de locação. Para o futuro, a tendência é ter dark stores com dimensões bem inferiores que um centro de distribuição. além de descentralizar e ter uma dark store por região, para ficar mais perto do cliente e fazer a entrega com velocidade. Por exemplo, uma dak store na zona zuluma zona norte, uma zona oeste e uma zona leste.

 

 

 

Quer saber mais sobre como abrir uma dark store? A Delage está preparando um material rico exclusivo que ajudará a sanar todas as suas dúvidas. Fique atento que logo mais iremos lançar. 

 

 

* Agradecemos ao Adilson por nos conceder esta entrevista e por dividir conosco sua experiência e conhecimento tanto neste texto como no material rico. 

 



Deixe um comentário