Acelerando o giro de estoque: como o WMS facilita o reabastecimento?

Entenda como o sistema WMS pode se tornar a chave para acelerar o giro de estoque do seu armazém

 

wms-giro-de-estoqueVocê já parou para pensar no que diferencia as empresas em constante crescimento, competitivas e proativas daquelas que parecem sempre ficar presas em um mesmo ritmo lento do mercado? A resposta muitas vezes está escondida nos bastidores, nas prateleiras dos estoques. Imagine se cada produto pudesse não apenas encontrar seu lugar ideal no estoque, como também sair rapidamente das prateleiras para as mãos dos clientes. É aqui que entra a estratégia de acelerar o giro de estoque.

 

Por que algumas empresas conseguem administrar seus produtos, mantendo eles sempre novos, enquanto outras veem suas prateleiras repletas de mercadorias paradas e acumulando poeira? O que acontece quando uma empresa ignora o giro do estoque, peça-chave do quebra-cabeça empresarial?

 

Na verdade, as consequências são muitas.

 

É importante entendermos que quando o estoque gira rapidamente, excessos e obsolescência de produtos são evitados. Isso resulta em um capital de giro mais eficiente, uma vez que menos dinheiro está sendo amarrado em mercadorias paradas.

 

Além disso, um giro de estoque eficiente permite que a empresa responda com agilidade às mudanças nas demandas do mercado, mantendo-se atualizada com as preferências dos clientes, o que contribui para a satisfação do comprador. Em última análise, um giro eficiente do estoque não apenas otimiza os recursos financeiros, mas também fortalece a competitividade e a qualidade do serviço ao cliente, criando uma sinergia positiva para o crescimento empresarial.

 

Neste artigo, vamos compreender melhor a importância do giro de estoque, desvendando os segredos por trás do sucesso das empresas que adotam essa estratégia e como o sistema WMS pode se tornar o aliado perfeito para acelerar e impulsionar a competitividade no mercado atual.

 

 

Como o sistema WMS acelera o giro do estoque?

 

É frequente notar no cenário comercial que algumas empresas conseguem manter seus estoques em constante movimento de forma tão fluida e eficaz. Mas como isso é possível? A resposta pode residir na implementação do Warehouse Management System, conhecido como WMS.

 

O sistema WMS não é apenas um acrônimo complexo; é uma ferramenta fundamental para aprimorar a eficiência e o controle em todas as fases do processo de armazenamento e giro de estoque. O software tem a capacidade de integrar de maneira perfeita desde o recebimento das mercadorias na doca até a expedição, oferecendo uma visão abrangente e em tempo real de todo o inventário. Ao auxiliar na tomada de decisões mais informadas e ágeis, o WMS potencializa a eficiência operacional do seu negócio.

 

A seguir, compartilhamos as 10 funções do sistema WMS que podem transformar o seu estoque de maneiras que você jamais imaginou.

 

 

1- Otimização de espaço

 

O sistema WMS é capaz de atribuir de forma automática, já no recebimento, os locais exatos de armazenamento de cada produto com base em algoritmos que levam em consideração características específicas, tais como peso, volume e frequência de movimentação.

 

Adicionalmente, o software possibilita o rastreamento em tempo real de cada item no estoque, facilitando a identificação de produtos obsoletos ou com movimentação reduzida. Essa visibilidade facilita não só a decisão sobre realocação ou realização de promoções para liquidar o estoque, como também auxilia na remoção de itens que ocupam espaço sem contribuir de maneira significativa para os lucros.

 

Essa capacidade de diagnóstico do inventário, oferecida por funcionalidades analíticas do sistema WMS, auxilia na prevenção da superestocagem, assegurando que os produtos sejam mantidos no estoque apenas pelo tempo necessário, evitando perdas e reduzindo custos associados ao excesso de inventário.

 

2- Monitoramento em tempo real

Imagine ter um controle preciso do estoque onde você sabe exatamente o quê e onde está cada produto a qualquer momento. O sistema WMS não só possibilita isso, como consegue se integrar perfeitamente a outros sistemas, como o ERP, garantindo que os dados estejam sempre atualizados. Isso não é apenas uma vantagem competitiva oferecida pelo WMS, mas uma oportunidade para quem busca otimizar o giro do estoque.

 

Com o WMS, realizando o monitoramento em tempo real do estoque é possível:

 

  • Ajustar estratégias de armazenamento conforme a demanda.
  • Evitar excessos ou escassez de estoque.
  • Identificar e corrigir rapidamente produtos com baixa movimentação.
  • Acelerar o tempo de resposta às demandas do mercado.
  • Identificar gargalos e ineficiências em tempo real.

 

A possibilidade de acompanhar o estoque em tempo real é, sem dúvidas, uma carta na manga, permitindo que você adapte seu estoque às flutuações sazonais ou mudanças no comportamento do consumidor.

 

 

3- Previsibilidade de demanda

 

No item anterior, destacamos a capacidade do sistema WMS em manter um controle preciso do estoque, registrando entradas e saídas e atualizando tudo em tempo real. Mas como essa funcionalidade pode impulsionar o giro de estoque?

 

Quando integrado à previsão de demanda, o WMS possibilita ajustes automáticos nos níveis de estoque, evitando excessos ou faltas. Nesse contexto, a automação do WMS facilita o giro de estoque durante o processo de reabastecimento, gerando pedidos antecipados de maneira eficiente. Isso se traduz em uma capacidade ágil de atender às necessidades do cliente, garantindo a disponibilidade dos produtos desejados.

 

A combinação estratégica entre WMS e a previsão de demanda não apenas aprimora a eficiência no giro de estoque, como também possibilita rápida adaptação às mudanças de mercado, conferindo uma vantagem competitiva diante das sazonalidades ao longo do ano.

 

 

4- Automação de processos

 

A automação de processos por meio do WMS oferece uma transformação significativa nos procedimentos tradicionais, impulsionando e contribuindo diretamente para a eficiência do giro de estoque.

 

Ao automatizar processos-chave, como a entrada de dados, o rastreamento de produtos e a gestão de inventário, o WMS elimina erros humanos e agiliza operações que, de outra forma, seriam propensas a atrasos e imprecisões.

 

Além disso, a automação possibilita a implementação de estratégias avançadas de gestão de estoque. Conforme destacamos anteriormente, através de algoritmos e análise de dados, o WMS pode antecipar padrões de demanda, evitando excessos ou faltas de produtos, otimizando o nível de estoque e também reduzindo custos associados ao armazenamento desnecessário.

 

 

5- Rastreamento preciso e Kanban

 

Sabemos até aqui a importância do WMS no rastreamento de cada item no estoque. A novidade é que, ao integrar princípios visuais do Kanban, como quadros informativos e sinalizações, o status de cada item torna-se transparente, facilitando a gestão visual do estoque.

 

Através de cartões visuais que representam a quantidade mínima de determinado produto, o Kanban do WMS automatiza o reabastecimento, garantindo que os níveis de estoque sejam mantidos de maneira eficiente. Quando a quantidade atinge o ponto mínimo, o sistema dispara um sinal visual, indicando o reabastecimento.

 

Desse modo, com o Kanban sistema faz o balanceamento ideal da distribuição dos produtos entre as várias áreas de armazenagem, como excesso, pulmão, fixo e flowrack, mantendo as quantidades ideais em cada área de acordo com o estoque mínimo cadastrado (estoque de segurança). Com isso, elimina-se a necessidade de monitoramento manual constante e agiliza-se significativamente o processo de reposição, reduzindo o risco de falta de produtos essenciais

 

Vale acrescentar que, com o Kanban do WMS, todo o giro do estoque é realizado em função do picking, garantindo que as linhas estejam devidamente abastecidas e que não haja nenhum tipo de ruptura ou atraso. Portanto, essa funcionalidade é importante não apenas para o giro do estoque, que passa a ser direcionado de forma automática, como também para assegurar a qualidade no atendimento ao cliente.

 

6- Convocação Ativa

 

A Convocação Ativa do WMS também auxilia no giro do estoque porque complementa a execução do Kankan. Quando uma nova tarefa é gerada, por exemplo, a de reabastecimento, o WMS escolhe o operador que está disponível e que possui o equipamento adequado para executá-la. A ordem de prioridade também é definida pelo sistema. Assim, assegura-se que nenhum produto atingirá o stockout em determinada linha, garantindo o giro perfeito.

 

A Convocação Ativa, impulsionada pelo WMS, não é apenas uma estratégia de automação de processos ou mitigação de riscos; ela eleva a competitividade ao evitar rupturas de estoque, garantir a oferta contínua de produtos e atender às expectativas dos clientes.

 

 

7- Implementação efetiva da Curva ABC

 

A Curva ABC, técnica de classificação que segmenta produtos com base em sua relevância econômica, destaca a importância estratégica de cada item no estoque. O WMS, por sua vez, desempenha um papel essencial ao fornecer as ferramentas necessárias para implementar e aprimorar essa análise. Quando operados juntos é possível:

 

  • Categorizar os produtos em três grupos (A, B e C), com base em sua contribuição para o faturamento, permitindo uma identificação mais clara e objetiva dos itens do estoque.
  • Priorizar os produtos de alta relevância econômica (Grupo A), resultando em uma alocação mais eficiente de recursos e esforços, otimizando o giro de estoque estratégico.
  • Contribuir para a redução de custos e desperdícios.
  • Otimizar o estoque de acordo com a demanda real, evitando excessos de produtos menos estratégicos.

 

A implementação efetiva da Curva ABC com o suporte do WMS resulta em resultados financeiros sólidos, não apenas otimizando o giro de estoque, como também melhorando  a rentabilidade ao focar recursos nos produtos de maior impacto econômico.

 

 

8- Integração com fornecedores

 

Ao estabelecer uma comunicação efetiva entre o WMS e os sistemas dos fornecedores, a empresa ganha uma visibilidade completa da cadeia de suprimentos, permitindo uma colaboração mais estreita e alinhada com as demandas do mercado.

 

Além disso, a redução de custos associados a estoques excessivos é alcançada pela precisão nas informações compartilhadas entre o WMS e os fornecedores. Em suma, a automação e integração proporcionadas pelo WMS aprimoram a comunicação, simplificam processo e  reduzem esforços manuais e erros, além de fortalecerem a eficiência operacional, conferindo à empresa uma vantagem competitiva.

 

 

Giro de estoque com e sem o sistema WMS

 

Com sistema WMS:

 

Em um cenário onde uma empresa implementa um sistema, os benefícios são notáveis. A eficiência operacional é aprimorada com a automação de processos, desde o rastreamento preciso em tempo real até a gestão dinâmica de estoque. Dentre os ganhos alcançados, estão:

 

  • Processos automatizados e rastreamento preciso em tempo real.
  • Respostas ágeis às mudanças na demanda.
  • Estratégias como análise da Curva ABC para foco nos produtos mais estratégicos.
  • Kanban para reabastecimento automático e prevenção de stockout.
  • Integração eficiente com fornecedores.
  • Redução de custos operacionais.
  • Agilidade nas operações, contribuindo para resultados financeiros robustos.

 

Sem sistema WMS:

 

Por outro lado, uma empresa que opera o giro de estoque sem um WMS enfrenta desafios distintos, como:

 

  • Processos manuais suscetíveis a erros.
  • Atrasos nas operações.
  • Dificuldades na aplicação de estratégias avançadas, como a Curva ABC.
  • Riscos de stockout ou overstocking.
  • Falta de integração com fornecedores.
  • Custos adicionais devido a erros operacionais.
  • Respostas lentas às mudanças no mercado.

 

Investir em um sistema WMS é mais do que uma escolha, é uma estratégia decisiva para a eficiência, competitividade e sucesso financeiro de uma empresa.

 

Convidamos você a descobrir mais sobre os benefícios do WMS e a considerar os serviços da Delage para impulsionar a sua operação. Entre em contato conosco e conheça como a tecnologia pode transformar positivamente o giro de estoque e os resultados do seu armazém.