Search
Close this search box.

Como ganhar vantagem competitiva com o WMS

Você acredita que o seu armazém já atingiu todo o potencial disponível, ou seja, há um alto desempenho e uso inteligente dos recursos? Ou ainda é comum acontecerem atrasos, erros e perdas? No primeiro caso, quando há grande eficiência, você consegue oferecer um serviço de valor, diferenciando-se dos concorrentes. Já no segundo, é bem provável que a sua empresa esteja atrás dos outras que já entenderam que a otimização da logística é crucial para alcançar vantagem competitiva.   Atualmente, com o fortalecimento do e-commerce e do omnichannel, o cliente quer agilidade e qualidade no atendimento às suas demandas. Quem não cumpre os prazos prometidos, entrega um item errado, dificulta a

4 dicas infalíveis para aumentar a satisfação do consumidor

O sucesso de qualquer negócio depende da satisfação do consumidor. E essa satisfação está diretamente ligada à experiência de compra que ele tem. Isso significa que não adianta oferecer o melhor produto. É preciso também aprimorar continuamente o serviço oferecido.   Os grandes players, como Amazon e Mercado Livre, já entenderam isso e vêm investindo em sua logística para que consigam fazer entregas cada vez mais ágeis, conquistando o cliente que deseja a comodidade de comprar pela internet e receber o produto rapidamente em sua casa. E esse caminho já está sendo seguido por outras empresas que almejam se destacar, principalmente nesse novo cenário desencadeado pela pandemia.   Com a

Tendências do consumo para 2021

Conheça as principais mudanças no comportamento do consumidor que impactarão as vendas em 2021 e o que deve permanecer nos próximos anos.   Estamos vivendo uma fase de grandes transformações no comportamento do consumidor, impulsionadas pela digitalização e também pelos novos hábitos adotados em razão da pandemia da Covid-19. Nesse cenário, as corporações que mais se destacam são aquelas que já perceberam as mudanças e vêm buscando adaptar seus negócios ao novo contexto, sempre com o foco em oferecer a melhor experiência aos seus clientes.     De acordo com o novo relatório da empresa de pesquisa de mercado global Euromonitor International, que identifica as tendências que definirão o comportamento

Por que as empresas não estão prontas para o e-commerce?

Atrasos na entrega, envio do produto errado, mercadoria danificada, dificuldade na troca… As ocorrências relacionadas aos atendimentos via e-commerce se multiplicam e a consequência direta é o aumento das reclamações nos Procons. Só neste ano, no estado de São Paulo, as queixas aumentaram 208%. Já no âmbito nacional, as reclamações sobre atrasos nas entregas subiram 53%, de acordo com a consultoria Bip (Business Integration Partners) Brasil.   Mas, afinal, por que o cliente anda tão insatisfeito?   A resposta é simples: a maior parte das empresas não está preparada para os desafios inerentes ao e-commerce. Boa parte delas investem pesado em sites atrativos e no marketing, mas se esquecem do

OMS (Order Managment System): o que é e porque é imprescindível para atender ao novo padrão de consumo

O mercado de consumo não é mais o mesmo. Os hábitos de compra mudaram, assim como a expectativa dos clientes. Com a ascensão do omnichannel, o consumidor tem uma série de facilidades para fazer uma compra. Mas ele não deseja apenas ter a flexibilidade de transitar entre os vários canais de venda. Ele quer ter o mesmo padrão de atendimento em todos eles, ou seja, quer ter uma experiência de compra positiva e unificada.   Isso exige das empresas uma nova postura. Não dá mais para manter uma gestão de pedido descentralizada, abrindo brechas para que as informações se percam durante a jornada de compra. Se um cliente comprou on-line