WMS X TMS: você sabe qual a diferença entre os dois sistemas?

Entenda a distinção entre WMS e TMS e saiba como a integração entre os sistemas pode beneficiar o seu negócio

 

wms tmsSe você atua na logística, provavelmente já ouviu falar sobre WMS e TMS. Na verdade, as siglas remetem a dois softwares que têm sido cada vez mais utilizados nos centros de distribuição para aumentar a organização, o controle e a eficiência dos processos, além de reduzirem os erros e os custos. Mas você saberia diferenciar bem um sistema do outro? Entende quais são as particularidades e funções de cada um? É sobre isso que vamos falar neste texto.

 

Antes de apresentarmos as diferenças entre o WMS e o TMS, trazemos uma definição geral sobre cada sistema, de modo que você possa entender o papel desempenhado por eles e a importância e tê-los em seu armazém.

 

Na verdade, para que a sua empresa se torne competitiva, é fundamental investir em tecnologia, afinal, é preciso fazer entregas rápidas e precisas, oferecendo um serviço de alto padrão aos clientes. Também é importante manter os custos sob controle para que o negócio se torne lucrativo. E isso só se consegue com uma alta produtividade interna e redução dos erros, missão central dos softwares de gestão e das automações.

 

Conheça, a seguir, o WMS e o TMS.

 

WMS: o software ideal para o controle do estoque e a eficiência nos processos intralogísticos

 

O WMS (Warehouse Managment System) é um software  que controla todas as etapas de gestão de um armazém, além de auxiliar na armazenagem, separação e expedição dos produtos. Na prática o sistema WMS está presente desde o recebimento da mercadoria no armazém, onde atua nas conferências e garante o máximo de precisão; passando pelo armazenamento, com a organização do estoque e definição dos endereços;  picking, através da geração de ondas de separação; até a expedição e carregamento. A grande vantagem do software é que ele toma decisões precisas e coordena a execução de todas as tarefas, oferecendo ao seu negócio uma precisão no inventário, controle de localizações mais eficiente, processamentos automáticos de pedidos, visando trazer mais velocidade e eliminar erros.

 

Além oferecer um suporte fundamental na execução dos processos, o WMS apresenta informações sobre o estoque e o desempenho dos trabalhos em tempo real, permitindo que os gestores se antecipem aos problemas e que os colaboradores se autogerenciem. O resultado?  Um aumento significativo da eficiência, redução de custos e desperdícios e melhoria no atendimento ao cliente.

 

Com o WMS você pode:

 

Esses números foram conquistados por clientes da Delage que implantaram o sistema e transformaram a gestão e o desempenho operacional do armazém. (Saiba mais)

 

Quem usa um WMS?

 

O WMS é uma solução para todos os elos da cadeia de abastecimento: indústria, distribuição, operação logística, varejo e e-commerce. Então, não importa o seu ramo de atuação, seja na área alimentícia ou de construção civil, com o WMS você pode aumentar a qualidade do material estocado, otimizar o espaço do estoque e muito mais.

 

TMS: o software que te ajuda a controlar e organizar as operações de transporte da sua empresa

 

O TMS (Transportation Management System), conhecido como Sistema de Gerenciamento de Transporte, é uma solução que revoluciona os processos logísticos de transporte da sua empresa. Ele gere toda a operação e gestão de transportes de forma integrada, além de permitir que você visualize e controle as operações e as entregas de forma ampla e integrada.

 

Com o sistema TMS, é possível conciliar diversas operações que antigamente eram feitas em ambientes separados, como:

 

  • Emissão de conhecimentos eletrônico e manifesto das mercadorias;
  • Visualização do faturamento e prazo médio de recebimento;
  • Visualização de embarques, coletas e entregas;
  • Rastreio de cargas;
  • Cadastro de taxas e tarifas, como o frete;
  • Andamento das entregas e controle das operações;
  • Controle das cargas e relatórios sobre as entregas e os motoristas;
  • Controle financeiro da transportadora.

Além dessas funcionalidades, tudo isso é atualizado e repassado em tempo real, o que permite tomar decisões mais acertadas. Sendo assim, a sua empresa ou a transportadora se torna mais eficiente e apresenta um diferencial competitivo perante a concorrência na qualidade da entrega.

 

Quem usa um TMS?

 

Esse sistema é usado principalmente por empresas que fornecem logística terceirizadas. Mas ele também pode ser usado por qualquer uma que precise enviar, mover e receber mercadorias diariamente, como fabricantes, distribuidores, e-commerce e o comércio varejista, independente do setor.

 

 

Qual a diferença entre os sistemas WMS e TMS?

 

Só com a apresentação de cada um já foi possível perceber a diferença, não é mesmo? Cada software tem sua particularidade:  o WMS visa a automatização dos processos de recebimento, armazenagem e expedição, o TMS, por sua vez, garante controle máximo da operação de transporte – da expedição à entrega ao cliente, envolvendo documentação, manutenção de frota, controle de paradas e cálculo de frete.

 

Porém, é evidente que eles são complementares, pois atuam em etapas diferentes da cadeia logística. Por exemplo: a emissão de CT-es pode usar como subsídio a base de dados do WMS. Os cálculos de fretes do sistema de gestão de transportes também usam as informações do armazenamento.

 

Quem lida com uma operação 100% manual pode enfrentar grandes dificuldades para cumprir esses objetivos, afinal, como ter uma visão macro, dados confiáveis e o máximo de eficiência utilizando papéis e planilhas? E como assegurar que o funcionário tomará a melhor decisão com base no seu “feeling”? Para acabar com esses problemas, muitas empresas já automatizaram seus armazéns com sistemas de gestão, contudo, há uma ressalva importante: é preciso contar com a tecnologia certa, pois pode acontecer de  ferramenta utilizada estar obsoleta ou não acompanhar o crescimento da empresa.

 

Consegue perceber como os sistemas TMS e WMS se complementam?  Ambos podem ser interligados. Aliás, essa é a chave para reduzir tempo perdido com processos burocráticos, diminuir erros e dar maior agilidade ao seu fluxo logístico, ou seja, com esses dois softwares você consegue agilizar o fluxo logístico, reduzir custos, aprimorar serviços e, consequentemente, aumentar a lucratividade da sua empresa.

 

Investir em tecnologia é algo que precisa ser feito hoje, o futuro é agora! Quanto mais moderna a sua operação se torna, menores serão os seus custos operacionais e melhores os seus resultados. Com os ganhos alcançados, seu negócio terá todas as condições de expandir e conquistar novos mercados! Quer saber mais sobre o WMS? Acesse o texto em que detalhamos tudo sobre o sistema.

 

> Entenda também a diferença entre WMS e ERP

 



Deixe um comentário