O segredo por trás da armazenagem “fishbone”

Tudo o que você precisa saber sobre a armazenagem fishbone, suas vantagens e aplicações

 

Eficiência é a palavra de ação em um mercado cada dia mais competitivo e em busca de sucesso, e isso se aplica especialmente ao setor logístico. Um dos principais aspectos que ajudam a garantir essa eficiência é o layout inteligente do armazém, ou seja, a forma como os itens são dispostos e organizados dentro do centro de distribuição.

 

Um layout planejado de forma inadequada pode resultar em atrasos, congestionamentos e desperdício de tempo, recursos e dinheiro. Imagine um armazém onde os produtos mais requisitados são posicionados em locais de difícil acesso, ou onde os fluxos de entrada e saída não são otimizados? Detalhes como esses podem causar um efeito dominó em toda a cadeia de suprimentos, afetando a capacidade de atender às demandas do mercado de forma ágil e eficaz.

 

Os impactos desse desalinhamento não se limitam apenas à operacionalidade do armazém, Eles podem, também, afetar diretamente a lucratividade e o desempenho dos negócios como um todo, afinal, podem levar a erros e atrasos na separação de pedidos, mau uso do espaço, falta de segurança interna, dentre outras consequências.

 

É diante da busca por melhorias e novas estratégias que a armazenagem “fishbone” surge como uma alternativa promissora a ser considerada pela logística moderna. Neste artigo, falamos mais sobre princípios e  benefícios desse modelo de armazenagem, destacando como a estratégia pode maximizar a dinâmica do trabalho nos armazéns logísticos.

 

 

O que é armazenagem fishbone?

 

A armazenagem fishbone é uma nova alternativa para o layout de armazéns, configurando a disposição tradicional dos produtos em estoque e fluxos operacionais, a fim de maximizar a eficiência de trabalho.

 

O termo fishbone, ou “espinha de peixe” em português, descreve visualmente a disposição do armazém, que combina linhas verticais e horizontais de separação, divididas por uma via diagonal em forma de V que corta todo o espaço de armazenamento.

 

Ao contrário do layout tradicional, onde os corredores são dispostos apenas em linhas retas, a armazenagem fishbone incorpora corredores diagonais que atravessam o armazém de maneira eficiente. Essa opção de design permite que os funcionários percorram distâncias mais curtas entre os locais de armazenamento, aumentando a velocidade de deslocamento e reduzindo o tempo necessário para movimentar os produtos.

 

Sendo assim, quando comparado a armazenagem tradicional, onde os corredores retos limitam a eficiência da movimentação e da acessibilidade aos produtos, a armazenagem fishbone oferece uma solução mais dinâmica e flexível.

 

 

Como funciona na prática a armazenagem fishbone?

 

Para entender na prática como funciona a armazenagem fishbone, vamos imaginar a seguinte situação: em um armazém tradicional com o layout comum, os itens de estoque são dispostos em linhas retas ou blocos, com corredores espaçados entre eles para permitir a circulação de equipamentos de movimentação, como empilhadeiras.

 

Agora, imagine o mesmo armazém, aplicado ao método de armazenagem fishbone. As linhas retas são substituídas por linhas verticais de separação, parecidas com as de um armazém tradicional, mas há um segundo conjunto de linhas horizontais de separação, divididas por uma via diagonal em forma de V que atravessa todo o armazém.

 

 

armazenagem fishbone

 

No segundo cenário, os itens são organizados de forma a criar corredores em formato de “espinha de peixe”, permitindo que os funcionários possam se movimentar com maior facilidade entre os locais de separação. Por exemplo, um motorista de empilhadeira pode seguir diretamente pela via diagonal, acessando rapidamente os diferentes corredores de armazenagem sem a necessidade de fazer manobras complicadas, como por exemplo, indo e voltando.

 

Em comparação com a armazenagem tradicional, onde os corredores retos podem resultar em rotas mais longas e menos eficientes, a armazenagem fishbone oferece uma alternativa mais dinâmica e eficaz. A disposição em espinha de peixe permite uma melhor utilização do espaço disponível, reduzindo os custos de separação e aumentando a capacidade de resposta às demandas do mercado.

 

 

Vantagens de investir uma armazenagem fishbone

 

Investir em uma armazenagem fishbone pode trazer uma série de vantagens significativas para as operações logísticas de uma empresa.

 

Em uma publicação no LinkedIn, Eduardo Banzato, Diretor do IMAM, apresenta uma simulação comparativa com o uso da armazenagem fishbone:

 

  1. Armazenagem convencional: 20 posições em 48,5 segundos
  2. Armazenagem tipo “fishbone”: 20 posições em 40 segundos

 

Ganho: redução de 18% no tempo de viagem.

 

Esses números chamam a atenção e estão relacionados aos ganhos diretos e indiretos da estratégia, tais como:

 

 

1. Otimização de espaço e maior organização do estoque

 

Como vimos até aqui, na estratégia de armazenagem fishbone os corredores retos são substituídos por corredores em formato de “espinha de peixe”, permitindo uma disposição mais eficiente dos produtos. Essa configuração auxilia na otimização do espaço disponível, onde cada centímetro quadrado é utilizado de forma estratégica e inteligente, eliminando áreas ociosas e corredores excessivamente longos, sendo assim possível armazenar uma quantidade maior de produtos dentro do mesmo espaço físico.

 

Além disso, empresas que optam pela armazenagem fishbone podem economizar despesas de aluguel, manutenção e operação de instalações de armazenamento. Essa economia pode então ser direcionada para outros aspectos do negócio, como investimentos em melhorias operacionais, expansão do portfólio de produtos ou aumento da margem de lucro.

 

Outra vantagem é o aumento da organização. A estrutura em forma de espinha de peixe facilita a organização das mercadorias, permitindo uma separação clara e lógica com base em critérios como tipo, tamanho, ou demanda sazonal. Isso simplifica o inventário e a gestão de estoque, minimizando erros e reduzindo o risco de perdas.

 

 

2. Aumento da eficiência operacional

 

Com corredores mais curtos, estratégicos e uma disposição inteligente dos produtos, os funcionários podem se movimentar pelo armazém de forma mais rápida e eficiente. Isso faz com que o tempo gasto na busca e seleção de produtos seja reduzido consideravelmente, aumentando a produtividade geral da equipe.

 

Vale destacar que a redução do trânsito nos corredores, assim como congestionamentos e do tempo de espera contribuem na melhora do fluxo de trabalho, permitindo que mais tarefas sejam concluídas em menos tempo.

 

3. Redução de custos

 

Uma vez que a eficiência operacional proporcionada pela armazenagem fishbone aumenta, consequentemente há uma redução dos custos voltados ao fluxo de trabalho. Ou seja, quanto menos tempo gasto em movimentação de produtos e menos espaço desperdiçado, menores são as despesas com mão de obra, energia, locações, recursos e manutenção de equipamentos.

 

4. Mais flexibilidade

 

A flexibilidade da armazenagem fishbone permite que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças do mercado e tomem decisões estratégicas de forma ágil e eficaz, mantendo assim sua vantagem competitiva.

 

Considere uma empresa de varejo online que experimenta o aumento repentino nas vendas de um determinado produto devido a uma campanha promocional bem-sucedida. Com a armazenagem fishbone implementada em seu armazém, a empresa consegue  rapidamente reconfigurar o layout para aumentar a capacidade de armazenamento do produto específico, realocando espaço e sem comprometer a eficiência operacional, assegurando que a empresa aproveite ao máximo a oportunidade de vendas sem perder tempo ou recursos em reestruturações demoradas.

 

5. Aumento da segurança de colaboradores

 

Com corredores mais amplos e uma distribuição mais organizada dos produtos, os riscos de acidentes e lesões no local de trabalho são significativamente reduzidos. Sendo assim, funcionários e equipamentos de movimentação podem operar com mais segurança em um ambiente onde os obstáculos são minimizados e os processos são mais previsíveis.

 

6. Clientes mais satisfeitos

 

A disposição inteligente dos produtos facilita a movimentação dos funcionários dentro do armazém, colaborando para que os pedidos possam ser preparados e despachados com maior rapidez e precisão, levando a prazos de entrega mais curtos e maior pontualidade nas entregas.

 

Em um mundo onde os clientes valorizam a velocidade e a confiabilidade na entrega de produtos, essa eficiência pode ser um diferencial para conquistar e manter a satisfação do cliente.

 

 

Armazenagem fishbone: vale a pena?

 

Em um mercado onde a eficiência e a agilidade são essenciais para o sucesso, a armazenagem fishbone pode ser uma alternativa para se destacar da concorrência. Mas, antes de aplicá-la ao seu negócio, é preciso realizar um planejamento cuidadoso do layout do armazém, levando em consideração fatores como o tipo de produtos armazenados, o volume de movimentação e as necessidades operacionais da empresa.

 

Ao adotar estratégias como a armazenagem fishbone, sua empresa pode elevar a eficiência operacional, reduzir custos, melhorar a satisfação do cliente e, em última análise, impulsionar seu sucesso financeiro. Portanto, vale a pena se aprofundar no assunto e avaliar se o modelo pode ser uma boa iniciativa para o seu armazém!