Green Warehouse: o que é e como aplicar esse conceito em seu armazém

Você já ouviu falar no termo “Green Warehouse”?

 

Ainda que desconheça a expressão, certamente a associou a uma postura ecológica e sustentável, certo? Você não está errado, mas talvez desconheça o porquê de o termo estar em alta. Na logística, ter um “armazém verde” vai muito além de fazer algo positivo pelo planeta. É também uma forma eficaz de reduzir custos e simplificar processos.

 

Os centros de distribuição não estão imunes às consequências do desperdício e do consumo excessivo de energia e de materiais. Os desperdícios custam dinheiro e podem ser inimigos do cumprimento de prazos e dos resultados financeiros, além de serem ruins para o meio ambiente. Isso significa que as corporações têm vários argumentos para seguir em direção a práticas de negócios mais sustentáveis, eliminando ineficiências, daí a necessidade de se buscar um “Green Warehouse“, uma logística verde.

 

Logística verde: um olhar para dentro

 

green warehouse

É bastante comum vermos empresas focando seus esforços na rede de transporte, buscando soluções como carros elétricos, combustíveis mais limpos e maior eficiência na entrega de última milha, de modo a reduzir a emissão de CO2. Contudo, não basta apenas olhar para fora. É preciso também avaliar o funcionamento interno dos armazéns. Como está o consumo de energia? Há um uso excessivo de papel? O descarte de materiais é alto? Questões como essas devem ser feitas para um diagnóstico preciso da situação atual e o desenvolvimento de estratégias que vão ao encontro do “Green Warehouse”.

 

Ao efetuar mudanças que sejam capazes de tornar a operação mais sustentável, os ganhos não se limitam à redução das contas de energia, redução das emissões de carbono ou queda do desperdício, por exemplo. Os clientes certamente aprovarão e os funcionários se sentirão orgulhosos em fazer parte de um negócio que se preocupa com o meio ambiente.

 

E você pode estar se perguntando: o que devo fazer? Por onde começar? A boa notícia é que não existe uma fórmula exata, mas um caminho que cada um pode percorrer à sua maneira visando os mesmos objetivos finais. Efetuar pequenas alterações para tornar seu armazém mais ecológico é um grande passo na direção certa.

 

Tornar-se verde não precisa ser difícil. E, para te ajudar, separamos algumas dicas para alcançar o status de um “Green Warehouse”:

 

 

Repense a iluminação no armazém

 

Tudo na cadeia de abastecimento requer energia para funcionar. Como resultado, medidas que economizam energia no armazém, além de torna-lo mais sustentável, trazem uma significativa redução de custos.

 

Um dos maiores usos de energia no armazém é o sistema de iluminação, mas não é uma boa ideia diminuir os níveis de luz. Fornecer uma boa iluminação é fundamental para aumentar a segurança do trabalhador, evitar danos aos equipamentos e e melhorar a eficiência. Mas existem formas de garantir boa luminosidade sem gastar muita energia. Veja como:

 

Novo layout para as lâmpadas: os armazéns tendem a mudar de layout ao longo dos anos, conforme os produtos e equipamentos usados variam. Isso pode deixa-los com iluminação insuficiente em algumas áreas. Nesse sentido, uma recomendação é que você crie um novo layout para suas luzes elétricas buscando evitar que equipamentos e racks projetem sombras que possam prejudicar a luminosidade. Assim, você garante que a energia gasta na iluminação não seja desperdiçada e, ao mesmo, tempo, aumenta a eficiência do trabalhador.

 


Troca de lâmpadas: muitos armazéns ainda usam lâmpadas de haleto de metal, vapor de mercúrio ou halogênio, que fornecem luz brilhante, mas o fazem de maneira ineficiente. As luzes LED podem fornecer luz mais brilhante a 150 lumens por watt e desperdiçar menos energia na forma de calor.

 

Uso consciente: embora a luz seja extremamente importante nas áreas de trabalho, também pode ser um desperdício de energia em salas onde ninguém está presente. Instituir uma política de desligamento de luzes em salas de descanso e banheiros quando ninguém está presente pode economizar dinheiro, e o uso de temporizadores e sensores pode garantir que a política seja seguida.

 

Todas as estratégias acima requerem um investimento de tempo e dinheiro para criar uma proposta e executá-la. No entanto, um plano de iluminação cuidadosamente elaborado ajuda a reduzir de custos e pode trazer melhorias na produtividade, trazendo um bom retorno sobre o investimento.

Vale acrescentar que investir em fontes de energia limpas e renováveis, como a solar fotovoltaica, traz uma grande economia na conta de luz e é uma opção altamente sustentável.

 

 

Invista em equipamentos com eficiência energética

Muitos equipamentos utilizados no armazém funcionam com eletricidade ou petróleo. Assim, uma dica importante é: quando for fazer a substituição desses equipamentos, procure opções que sejam mais eficientes em termos de energia. E, ao adquirir o novo, certifique-se de que o mesmo seja utilizado apenas quando necessário e faça manutenção regular para garantir a máxima eficiência.

 

 

Pense na sua embalagem

 

Usar menos embalagens reduz o desperdício. Embalagens mais eficientes também pesam menos e custam menos para enviar. Considere trocar de materiais de embalagem tradicionais por produtos biodegradáveis. Enquanto os materiais feitos de plástico sintético podem levar centenas de anos para se decompor em aterros, os materiais biodegradáveis se degradam em apenas alguns anos. Resumindo: tornar sua embalagem mais eficiente e mudar para materiais de embalagem biodegradáveis reduz significativamente o desperdício e diminui sua pegada de carbono.

 

Contar com o sistema WMS também é uma forma de utilizar as embalagens de forma eficiente. O sistema indica a embalagem ideal de acordo com as dimensões de cada item e o volume do pedido, baseando-se na utilização do menor tamanho necessário para evitar desperdícios e reduzir os custos.

 

 

Recicle, reduza, reutilize

 

Se o seu armazém ainda não recicla, comece agora. Para tanto, é importante estabelecer um processo de classificação dos resíduos, separando aqueles que podem ser reciclados. Além disso, você também pode reutilizar uma série de materiais. E mais: optar pelo uso de tecnologias, como o sistema WMS, que reduzem o consumo de papel, não apenas reduz o descarte excessivo como também traz uma grande economia de custos.

 

Uma ação que algumas empresas também têm adotado é incentivar os clientes a devolverem as embalagens para reutilização ou mesmo reutilizar as embalagens enviadas pelos fornecedores. Quaisquer que sejam as iniciativas, o meio ambiente agradecerá!

 

 

Conscientize seus funcionários

 

Não basta apenas fazer as mudanças para tornar o seu armazém mais sustentável. É preciso conscientizar todos os seus funcionários sobre a importância de se buscar uma postura ecologicamente responsável. Faça treinamentos, reforce ações cotidianas nos informativos internos e envolva seus colaboradores no levantamento de ideias que possam ser eficazes na busca de uma operação verde.

 

 

Mantenha seu estoque sempre organizado

 

O desperdício também pode acontecer pela danificação de produtos ou expiração de sua data de validade. Para evitar que isso aconteça, mantenha o seu armazém sempre organizado, aproveitando bem as áreas de armazenagem e seguindo regras bem determinadas para o giro do estoque. O WMS poderá auxiliá-lo bastante nisso, pois o sistema gerencia os endereçamentos, coordena as movimentações e rastreia as informações de cada item. Com o sistema, as perdas são altamente evitadas.

 

Aprimore os processos e a logística reversa

 

A melhoria geral dos processos do armazém também ajuda a reduzir desperdícios. Por isso, busque desenvolver estratégias que reduzam as movimentações e o manuseio de produtos, que aumentem o controle de qualidade e que aprimore a logística reversa. Com o WMS você terá um grande aliado para otimizar tais processos, aproveitando da melhor forma os recursos do seu armazém.

 

 

Green Warehouse: uma mudança necessária

 

Conforme destacamos, priorizar a logística verde não se trata apenas de contribuir para o meio ambiente. É também um caminho para reduzir custos e aproveitar bem todos os seus recursos. Além disso, os consumidores estão atentos à postura das empresas e valorizam aquelas que priorizam a responsabilidade ambiental. Portanto, adotar as medidas citadas e outras ações sustentáveis traz uma vantagem competitiva para a sua empresa, a deixa preparada para atender à legislação ambiental e torna o negócio mais forte e preparado para o futuro!

 

Seu armazém precisa de soluções eficientes para se tornar mais sustentável? Entre em contato com nossos especialistas. Nós podemos te ajudar.



Deixe um comentário