100% mais produtividade da equipe: o grande resultado da Onofre com o WMS da Delage

Confira detalhes da implantação do WMS Delage® Rx no micro-fulfillment center da Onofre e os resultados alcançados

 

A Drogaria Onofre é uma das maiores referências do Brasil em qualidade e rapidez na entrega para e-commerce e televendas. Superando todos os desafios, a empresa conta com uma superestrutura logística que permite fazer entregas em até 90 minutos na cidade de São Paulo e com D+1 no interior do Estado.

 

A Onofre, que trabalha com produtos de saúde e da linha HPC (higiene pessoal, perfumaria e cosméticos), conquistou essa posição porque já vem com uma visão inovadora há muitos anos. Em 2016, a empresa investiu em tecnologia e automação na implantação de um micro-fulfillment center altamente modernizado no bairro Mooca, na cidade de São Paulo.  Com o empreendimento, a companhia atingiu várias metas ousadas, entre elas, o aumento em 100% da produtividade por pessoa e o ganho de 136% de produtividade em espaço físico.

 

O “coração” da operação era o WMS Delage® Rx, sistema que assumiu a grande missão de se comunicar às automações OSR® Shuttle (G2P) e ao pick-to-light fornecidas pela KNAPP®, permitindo que a operação como um todo trabalhasse 100% sincronizada e com uma agilidade impressionante.

 

Equipe 2x mais produtiva e total eficiência operacional

 

Um dos resultados que chama a atenção nesse projeto do micro-fulfillment center da Mooca foi salto de produtividade dos funcionários, que duplicaram sua eficiência. Isso só foi possível graças a união entre modernas automações (que deram suporte à execução dos processos) e o WMS da Delage, responsável por coordenar as tarefas.

Resumidamente, a operação passou a ser executada da seguinte forma:

 

1) Recebimento

Todos os produtos que chegavam ao micro-fulfillment center vinham CD de Barueri, que também contava com o WMS Delage® Rx. Em Barueri, o WMS identificava os pedidos que iam para a Mooca, tratando-os de maneira diferente dos demais para serem armazenados na OSR®. Com isso, eliminou-se na Mooca o dispendioso processo de decanting, que geralmente é um dos grandes gargalos dessa tecnologia.

 

2) Slotting

Como o micro-fulfillment center, não conta com grandes áreas de armazenagem, a solução de Slotting do WMS foi fundamental. Com ela, o WMS identifica o momento certo para a reposição de cada área, além de criar as tarefas de movimentação a serem executadas ou pela máquina ou por um funcionário.

 

No caso do micro-fulfillment center da Onofre, as áreas de armazenagem eram divididas em 3 partes, todas gerenciadas pelo WMS:

 

  • Excesso: estoque de reserva para abastecimento da OSR® para produtos de altíssimo giro ou grandes volumes;
  • OSR®: estoque para atendimento a pedidos, tanto  goods to person (G2P) quanto pick-to-light;
  • Pick-to-light: estoque de produtos de alto giro para atendimento de pedidos.

Aqui, observa-se o quanto o software elimina erros, atrasos e imprecisões, trazendo mais agilidade à operação e evitando rupturas.

 

3. Separação

O micro-fulfilllmnet center da Onofre se dividia em 3 tipos de separação: pick-to-light (para produtos de alto giro), área de controlados (para medicamentos de controle especial) e goods to person (solução ideal para itens de médio e baixo giro). Nessa última modalidade, o separador não se movimenta, sendo que o produto é enviado até ele através da automação entre o WMS Delage® Rx e a OSR®. Com isso, houve uma grande redução de esforço.

 

4. Conferência

No micro-fulfillment da Onofre, o processo de conferência era realizado de forma bastante dinâmica, sendo composto por cinco soluções principais oferecidas pelos WMS: conferência por amostragem, conferência por desvio de peso, conferência por divergência na separação e conferência de totais. Essas modalidades trouxeram mais precisão e, ao mesmo tempo, grande agilidade no controle de qualidade e checagem de pedidos.

 

5. Foto Station

A Onofre contava também com solução de Foto Station, garantindo total assertividade dos pedidos. Antes de embalados, todos os volumes passam por uma estação onde são fotografados de cima.

 

6. Packing

Com o agrupamento de volumes do WMS, a Onofre reduziu as chances de desvio e custos com frete. Basicamente, o sistema monitora todos os volumes de um mesmo pedido que podem estar sendo separados em linhas diferentes e, quando todos chegam ao packing, é feita a liberação para que o pedido seja embalado em um único pacote.

 

7. Sorter

Na última etapa, o pedido é encaminhado ao Sorter da Optimus®, onde automaticamente é feita a divisão em canais conforme o destino da entrega, facilitando e agilizando a distribuição das entregas entre os corries.

 

 

Onofre investiu em inovação e acertou!

 

Quando poucas empresas no Brasil possuíam ou tinham em seus planos implantar um micro-fulfillment center, a Onofre saiu à frente ao apostar na inovação. A empresa não apenas acertou ao investir em um formato altamente recomendado para operações de e-commerce, como também ao implantar tecnologias modernas, contando com o suporte de um software robusto, flexível e escalável como o WMS Delage ® Rx.

 

Os resultados alcançados surpreenderam e deram à Onofre todas as condições de oferecer um serviço diferenciado aos seus clientes. Dentre os savings do novo empreendimento, destacam-se:

 

– Aumento da produtividade (90% dos pedidos passaram a ser preparados em apenas 10 minutos)

– Redução da força de trabalho

– Aumento do nível de serviço, com entregas em tempo recorde

– Redução do índice de ruptura

– Melhor qualidade das operações logísticas, com a diminuição de erros e a padronização de processos em todas as operações da empresa.

 

A expertise da Delage em projetos de automação foi fator importante para o projeto Mooca. Além de todos os ganhos proporcionados com o WMS, o Go Live foi antecipado em duas semanas, acelerando os resultados para a empresa!

 

Conheça o projeto em detalhes baixando o caso de sucesso completo. Confira também o vídeo com todas as etapas de implantação do micro-fulfillment center:

 



Deixe um comentário