Dock To Stock: 4 passos para melhorar o desempenho - Delage

Dock To Stock: 4 passos para melhorar o desempenho

Confira dicas para otimizar o Dock to Stock, indicador que mede o tempo decorrido entre o recebimento na doca e sua disponibilização do estoque

 

O mundo passou por uma recente mudança. Com a pandemia, observamos uma série de adaptações na rotina da sociedade, incluindo novas formas de trabalho e também de consumo. Diante desse cenário, empresas precisaram acompanhar o ritmo, ora adaptando o nicho ao novo mercado, ora alinhando sua demanda com a nova realidade.

 

O mercado on-line foi o que mais cresceu nesse período de grandes transformações. De acordo com o estudo apontado pela da Ebit/Nielsen, em 2020, as vendas de e-commerce no Brasil ganharam mais de 13 milhões de novos consumidores, um crescimento de 29%, comparado ao ano anterior. 

 

Esse aumento afetou diretamente a logística e o desempenho de empresas, que precisaram rapidamente se adequar à alta e recorrente demanda. Em um mundo onde a velocidade de consumo,  a agilidade na entrega e a satisfação do cliente estão relacionados, manter um bom planejamento logístico de estoque, desde a doca ao armazém, garante competitividade no mercado. Dessa forma, o Dock To Stock, se torna o artilheiro para o sucesso de vendas e lucratividade da empresa.

 

Mas afinal, o que é Dock To Stock?

 

dock to stockEm geral, Dock To Stock (doca para estoque, em tradução livre), é o nome que identifica o transporte de um produto da área de recebimento para o estoque. Esse processo inicia-se na doca, passando por várias etapas determinantes para um bom funcionamento do centro logístico, como, por exemplo, o controle de estoque, e finaliza após o produto ser armazenado e contabilizado. Na gestão logística, o Dock To Stock é concebido como um indicador que mede o tempo gasto nessa movimentação. 

 

Apesar desse trajeto parecer relativamente simples, existem diversas nuances e pequenos detalhes que podem estar desajustados em cada etapa e atrasando o fluxo do Dock To Stock

 

De acordo com estudos recentes apontados pela American Productivity & Quality Center (APQC), existem empresas que levam até 48 horas para concluírem o processo de Dock To Stock, enquanto outras bem administradas concluem o processo em menos de 5 horas. Essa diferença mostra que algumas empresas podem avançar na otimização e simplificação de processos internos, economizando tempo e recursos financeiros.  

 

Pensando nisso, separamos 4 passos para melhorar o desempenho entre a doca e o estoque da sua empresa. Aplicando-os no fluxo de sua equipe, você certamente terá excelentes resultados! Confira:

 

Otimize o tempo do Dock to Stock


Como é o movimento dos funcionários durante o processo do Dock to Stock? Esta é a primeira pergunta a ser analisada quando o assunto é redução do tempo de fluxo. Funcionários que precisam andar com constância de um lado para outro a fim de buscar informações, interagir com setores e executar diferentes atividades, podem deixar o processo mais lento, o que significa que as operações são interrompidas.

Para melhorar o trânsito de funcionários e melhorar o tempo do processo, sua empresa pode:

 

– Melhorar o layout do espaço físico. Redesenhar o armazém dando prioridade às categorias de cargas, leves e pesadas. Disponibilizar carrinhos e/ou esteiras para maior flexibilidade de transporte.

 

– Investir em aparelhos eletrônicos como computadores e dispositivos móveis, além de softwares de controle, a fim de reduzir o tempo de anotações de informações processadas de forma manual. Um exemplo é o uso de coletores RF integrados ao sistema WMS.

 

– Atribua funções específicas e tenha ao menos uma pessoa em cada nível da operação, assim é possível descobrir e pontuar onde mudanças precisam ser feitas em cada etapa.

 

Caso utilize o cross docking, mantenha-o ajustado

 

Manter o cross docking configurado faz com que a mão de obra referente ao manuseio de um produto com pedidos em espera seja evitada. Para que esse sistema de distribuição, que dispensa a estocagem no armazém, funcione bem, é preciso estabelecer um contato direto com a equipe de recebimento. Quando bem aplicado, o crossdocking proporciona velocidade ao atendimento do pedido e entrega. 

 

 

Defina e aplique políticas de conformidade com seus fornecedores


Empresas estão sempre expostas ao risco quando o assunto são fornecedores, por isso, garantir a aplicação de políticas eficazes de conformidade garante redução de custos, evita qualquer problema ilegal e de reputação, além de acelerar o recebimento de mercadorias. Alguns dos tópicos negociáveis para garantir um bom fluxo de estoque são:

 

– Designar transportadoras: tenha autonomia na escolha de empresas que fazem o frete,  para evitar problemas com transportes, gastos desnecessários e descomprimento de prazos.

 

– Padronizar formatos de processo: negocie com fornecedores que adaptem ao seu fluxo de Dock To Stock etiquetas, remessas, documentos, entre outros elementos que facilitem a comunicação entre seus funcionários e terceirizados.

 

Implemente o WMS e automatize seu Dock To Stock

 

O WMS é um sistema de gestão de armazém que facilita a logística de estoque em indústrias, operadoras, atacados, varejos e e-commerces. Ele permite a automação dos processos CD e garante o melhor uso dos recursos (pessoas, equipamentos e área).

 

Em se tratando de agilidade no Dock To Stock, o WMS atua como um grande aliado, porque traz muito mais velocidade ao processo de recebimento. O sistema auxilia nas conferências e determina automaticamente o endereço de cada produto na área de armazenagem. E com um detalhe: o sistema trabalha sempre visando a redução dos trajetos e a melhor posição para cada mercadoria. Com o auxílio do software, você conseguirá aplicar mais eficiência na recepção dos itens e sua alocação, impactando diretamente no Dock To Stock

 


No caso do WMS Delage® Rx, o sistema coordena as tarefas, oferecendo informações da operação em tempo real, permitindo a visualização ampliada de painéis e notificações, que permitem a identificação de falhas a tempo de evitá-las, assim como tomar decisões certas para o crescimento do seu negócio. Ou seja, se qualquer atraso for identificado no recebimento, você terá condições de corrigi-lo antes que impacte seu desempenho no Dock To Stock. 

 

Assim como pudemos observar grandes mudanças na forma de consumir, é preciso manter sua empresa cada dia mais atualizada e integrada com as tecnologias do mercado. O mundo mudou e nós da Delage podemos te ajudar a mudar junto com ele. Conheça nossas soluções e fique por dentro das novidades tecnológicas para o mercado. 

 



Deixe um comentário