Search
Close this search box.

Erros na logística de e-commerce que você precisa evitar

Precisão, velocidade, personalização: esses são alguns dos quesitos fundamentais para quem quer ser bem sucedido no e-commerce. Com a grande concorrência no setor e os novos hábitos de consumo, não dá mais para falhar no atendimento aos pedidos, atrasar nas entregas ou dar pouca atenção às necessidades/preferências do consumidor. Grandes players já estão atentos a isso e têm buscado oferecer uma experiência de compra impecável aos seus clientes. Em um mercado que cresce a cada dia, a logística e o gerenciamento de estoque diferenciam os líderes do setor do restante. Não basta mais vender, é preciso cativar.   Apesar de ser de conhecimento da maioria que o e-commerce exige um

OMS (Order Managment System): o que é e porque é imprescindível para atender ao novo padrão de consumo

O mercado de consumo não é mais o mesmo. Os hábitos de compra mudaram, assim como a expectativa dos clientes. Com a ascensão do omnichannel, o consumidor tem uma série de facilidades para fazer uma compra. Mas ele não deseja apenas ter a flexibilidade de transitar entre os vários canais de venda. Ele quer ter o mesmo padrão de atendimento em todos eles, ou seja, quer ter uma experiência de compra positiva e unificada.   Isso exige das empresas uma nova postura. Não dá mais para manter uma gestão de pedido descentralizada, abrindo brechas para que as informações se percam durante a jornada de compra. Se um cliente comprou on-line